Como escolher um seguro dentário

Vá a um dentista particular
Antes de fazer um seguro dentário, aconselhamos que faça uma consulta num médico dentista particular e solicite um orçamento detalhado. Com este orçamento você irá ter uma ideia das suas reais necessidades. Se possui falta de dentes, o médico dentista deverá colocar no orçamento as várias opções para o seu caso: implante de dentes, próteses fixas ou próteses removíveis. Estes dados são muito importantes na hora de escolher um seguro dentário, existe uma diferença muito grande nas tabelas de co pagamentos e plafond anual nos diversos seguros existentes em Portugal. Nem sempre o seguro mais barato irá fazer economizar nos tratamentos dentários mais dispendiosos.

Compare preços de tratamentos
As companhias de seguros dentários possuem todas páginas na internet com informações detalhadas sobre os planos de seguro e respectivas tabelas de co pagamentos e plafond. Compare as diversas tabelas e descubra qual é a melhor opção para o seu caso. Se optar por algum seguro que não possua estes dados na internet, dirija-se ao seu tomador ou à companhia de seguros, vão lhe facultar a tabela com os respectivos preços.

Nem sempre o mais barato é o melhor
As companhias de seguros que cobram preços muito baratos normalmente não repassam aos médicos dentistas nenhuma compensação pelos actos médicos efetuados. Estes seguros possuem uma tabela de preços (co pagamentos) bastante mais elevadas do que os seguros dentários tradicionais, como a Médis ou Multicare. Se a sua intenção é fazer um tratamento completo, com implantes, próteses ou mesmo tratamentos estéticos, como branqueamento dentário ou facetas de porcelana, evite os seguros de baixo custo. Em muitos casos os pagamentos são bastante superiores aos cobrados em clínicas dentárias particulares.

Vá ao seu dentista de confiança
Hoje  em dia praticamente todos os médicos dentistas ou clínicas dentárias trabalham diretamente com companhias de seguros. Informe-se junto ao seu dentista se é este o caso, muitas vezes é preferível continuar um tratamento que já foi iniciado com o mesmo médico, principalmente em casos de correcção de dentes (ortodôncia) ou mesmo em outros tratamentos como desvitalização de dentes. Se você mudar de dentista, em muitos casos os tratamentos serão feitos do princípio. Se a intenção é continuar com o mesmo médico, opte por um seguro que não obrigue à recorrer ao diretório de médicos dentistas contratados e pague uma percentagem sobbre os recibos de tratamentos.
Faça simulações online
Muitas companhias disponibilizam sites onde é possível fazer uma simulação online sobre o valor que será pago pelo premio. É importante verificar se é possível agregar a família (espose e conjugue), pois é normal haver descontos para o agragado familiar. Em muitos casos, crianças até uma determinada idade não pagam pelo seguro e as consultas possuem um valor bastante inferior aos de adultos, principalmente em tratamentos de prevenção: aplicação de fluoretos, aplicação de selantes de fissuras e motivação para higiene oral.


Nunca trate sem antes fazer um orçamento detalhado
As companhias de seguros dentários disponibilizam ferramentas para que os médicos dentistas e clínicas dentárias façam orçamentos detalhados, sob a forma de formulários específicos que informam os preços dos actos médicos que o doente terá que pagar. Exija sempre este orçamento para evitar surpresas. Em caso de dúvidas, procure uma segunda opinião de outro médico dentista.